domingo, 17 de maio de 2009

Gerês - Portugal Fantástico - Parte I (fotos)

Cascata no rio Homem, perto da Portela do Homem. Daqui, inicia-se o trilho para os Carris.
No verão a lagoa formada por esta queda de água é muito agradável. Em Maio, só se for para sair de lá congelado.
No percurso para as minas dos Carris, podem observar-se uma série de pequenas cascatas e mini-lagoas ao longo do rio.

A Graça a encher uma garrafa de água numa das muitas fontes que há no Gerês. A água é muito saborosa e fresca. A do Fastio é desta zona.

Uma casa de abrigo no interior da Mata de Albergaria.

Aspecto verdejante da Mata de Albergaria. Tive pena de ainda não ser desta vez que fiz uma caminhada pelo meio desta floresta, por já ser muito tarde.

A Mata de Albergaria é uma floresta a sério, com muitos carvalhos para além de muitos outros tipos de árvores, ao contrário da nossa "floresta" típica que é ou pinhal ou eucaliptal (para quê?), infelizmente.

Aspecto de um dos cursos de água que atravessa a Mata de Albergaria. O som da água no fim do dia é muito relaxante.

Apesar de já ser tarde, valeu a pena revisitar esta floresta. O verde intenso até parece que foi pintado de fresco.

Nota-se que a maior parte das árvores são muito antigas. Através desta floresta, seguia uma importante estrada romana - a Geira.

O Sol a por-se entre os ramos das árvores é um espectáculo magnífico. Pena os buracos na "estrada".

Albufeira de Vilarinho das Furnas. Ao fim do dia, dá que pensar o facto de estar uma antiga povoação debaixo daquelas águas. Não morreu ninguém fisicamente, mas o facto de sairem à força, fez com que muitos habitantes morressem interiormente. Ao regressar à Vila do Gerês, deparamo-nos com um dos ex-libris da Serra do Gerês - as suas vistas panorâmicas. Esta é uma delas: a albufeira do rio Cávado. Simplesmente magnifica.

1 comentário:

  1. Muito boas fotos, mas gostei especialmente da:
    "Fonte da Portela"

    ResponderEliminar