terça-feira, 16 de junho de 2009

Andaluzia

Como planeado, a semana dos feriados de Junho deste ano serviu para tirarmos umas férias no Sul de Espanha.

Já não é a primeira vez (e não será a última) que o nosso destino de férias é Espanha. Normalmente, fazemos-nos à estrada, muitas vezes sem destino marcado. Desta vez, e depois da experiência do Gerês, decidimos escolher um hotel para passar sete noites com todas as comodidades. A escolha caiu sobre o H10 Estepona Palace, na cidade de Estepona, que fica entre Algeciras e Marbella.



É a Costa del Sol, cheia de ingleses e alemães (e outros, claro). Praias, hotéis, muitos aldeamentos turísticos, mas, logo ali ao lado, montanhas, parques naturais, natureza quase em estado selvagem. Totalmente selvagem não, porque está presente o lado humano, mas que é um presença que se confunde com o meio natural.

Sempre que vamos a Espanha, ficamos agradavelmente surpreendidos com a beleza dos parques, das diferenças de região para região, da forma como os espanhóis aproveitam ao máximo as potencialidades turísticas seja do que for. Em muitos sítios pagamos para ver, mas está tudo muito bem tratado.

A Andaluzia não é só praia. É um verdadeiro paraíso natural. Basta olhar para o mapa abaixo, tirado do site


Estamos a falar de 24 parques onde a natureza ainda é mais ou menos o que era há uns anos atrás.

Nesta semana pudemos explorar, embora ao de leve, porque o tempo não chega para tudo, Alcornocales (13). Estivemos também no Torcal de Antequera e na Laguna de Fuente de Piedra que, embora não apareçam no mapa, são zonas protegidas. Aliás, há muitas pequenas zonas protegidas que não estão assinaladas.

Foi pois uma semana em cheio. Quilómetros e mais quilómetros - 2470 no total. Uma temperatura acima do normal (excepto o primeiro dia), quase 2000 fotos, e claro o descanso no SPA do hotel ao fim do dia. Nas próximas mensagens, iremos contar os detalhes destes dias bem passados.

domingo, 7 de junho de 2009

Peixe para o almoço - El Rocio, Doñana

Neste vídeo podemos ver águias a pescar numa laguna do Guadalquivir, em El Rocio, no Parque Nacional de Doñana. Uma delas, a um dado momento apanha um peixe, sobe, mas deixa-o cair. No entanto, faz um voo picado e apanha-o novamente antes de ele chegar à água.

A qualidade do vídeo não é a melhor, pois a digitalização a partir da camcorder não correu lá muito bem.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Raposa

Numa das idas ao Penedo Durão, optámos por seguir por uma estrada de montanha que atravessa as arribas da margem direita do rio Douro. Na descida, já quase ao fim do dia, demos de caras com esta raposa macho, que se nos viu, foi como não tivesse visto. Estava mais preocupada em marcar o território.

Perdizes

Em 2004, num Domingo em que fomos passear até à Lagoa de Óbidos, deparàmo-nos com várias perdizes, num campo perto da Lourinhã.

Ave de Rapina no Gerês

Já nos despediamos do Gerês, quando, na descida para Covide, vislumbrei uma mancha no azul do céu de fim de tarde. Encostei o carro à berma da estrada, agarrei na câmara, apontei, zoom no máximo e o resultado está à vista: imagens tremidas e desfocadas, mas que, apesar de tudo, valeram a pena.