domingo, 22 de novembro de 2009

Segóvia



Depois de Coca, o objectivo era visitar Segóvia. A cidade é património mundial da Humanidade. É famosa pelo aqueduto romano, pela Catedral de Santa Maria e pelo Alcázar, entre outros monumentos.



O aqueduto romano é imponente. É a obra de engenharia romana mais importante de Espanha. Data do século I ou II AC.



Foi construído com blocos de granito que não estão ligados por qualquer tipo de argamassa. Tem 818 metros de comprimento, 170 arcos e atinge a altura de 29 metros na praça de Azoguejo.



O Alcázar de Segóvia é o palácio real, que data do século XII. Está construído no cimo de um rochedo entre os rios Eresma e Clamores. Alberga o museu do Colégio Real de Artilharia.



No interior do palácio, para além das peças de artilharia e dos tectos magnificamente decorados, podemos admirar estes espectaculares vitrais.



Santa Maria foi a última catedral gótica construída em Espanha. Começou a ser edificada em 1525 e foi consagrada em 1768. Tem uma altura máxima de 33 metros na nave central e possui 18 capelas.
Na foto podemos ver parte das muralhas de Segóvia que já existiam quando Afonso VI de Castela a conquistou aos Árabes. Têm uma extensão de 3 km é composta por 80 torres.



O Alcázar visto deste ângulo faz-nos lembrar um castelo de um conto de fadas com as suas torres com os telhados em cone.



Apesar de Segóvia não ser uma grande cidade (quando comparada com outras grandes cidades espanholas), é riquíssima em património histórico e cultural e vale bem o esforço de uma visita.



Este dia de Inverno começou com Sol, depois vieram alguns chuviscos, mas o fim da tarde trouxe, de novo, o bom tempo.

1 comentário:

  1. Olá Graça e Paulo
    Segóvia é realmente uma cidade cheia de história, mas Espanha é forte nisso.
    Um abraço

    ResponderEliminar