quinta-feira, 6 de agosto de 2009

A caminho de Los Alcornocales - Fotos

Casares, vista ao longe, com o seu casario pintado de branco, típico de muitos pueblos desta zona da Andaluzia

A imponente Sierra Bermeja coberta de nuvens.

Mais um pueblo branco - Gaucin, com o seu velho castelo, no alto da rochas.

El Colmenar no vale do rio Guadiaro. Toda a mancha verde que se vê faz parte da Reserva Nacional de Cortes de La Frontera.

A Sierra de Los Pinos. À direita fica Cortes de La Fronteira.


No meio do verde, começámos a ver uma mancha branca. Trata-se do Peñon del Berrueco, uma formação rochosa calcária de aspecto peculiar.

El Peñon del Berrueco com a Sierra de los Pinos ao fundo.

Outra vista do Peñon del Berrueco.

Para além da cortiça, os habitantes desta zona dedicam-se também à criação de gado

Ubrique com a suas serras. Ainda estivemos tentados a lá ir, mas estávamos com o tempo contado.

Entrada em Los Alcornocales em direcção a Puerto de Galis. Alcornoque quer dizer sobreiro, daí o nome do Parque. A produção de cortiça é uma actividade humana de desenvolvimento sustentável muito importante. Aproveita-se uma matéria-prima sem destruir a árvore, ao contrário de outras actividades florestais em que há abate. A existência dos sobreiros faz com que um ecossistema completo subsista sem dificuldade. É um paraíso para as aves de rapina. E mesmo a criação de gado (com regras e respeito), não parece interferir muito.

A selva não existe só na Amazónia. Los Alcornocales tem uma imensa floresta que é o que resta das antigas selvas subtropicais que existiam hà milhões de anos no sul da Europa


Los Alcornocales não é só um paraíso biológico. Em termos geológicos, também possuí aspectos interessantes. Esta é uma falha vista de La Sauceda.



O rio Hozgarganta com alguma água. No verão, os rios quase ficam secos, para no tempo das chuvas se transformarem em verdadeiras torrentes.



Ponte sobre o rio Hozgarganta.


árvores com troncos de tamanho impressionante.

Natureza em estado puro e selvagem.


Jimena de La Frontera. Mais uma vez, casario branco e respectivo castelo.



Sem comentários:

Enviar um comentário