segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Fim de tarde na Lagoa de Albufeira

Para relaxar, resolvemos ir tirar umas fotos à Lagoa de Albufeira, perto de Sesimbra. Quando chegámos, já passava das sete da tarde e o Sol estava quase a por-se. Quando era pequeno achava piada haver uma lagoa chamada de Albufeira perto de Lisboa, quando Albufeira era no Algarve. E sempre tive curiosidade em visita-la. No entanto, só há uns anos é que a fui visitar pela primeira vez. E, na altura, não gostei do que vi.
Muitas casas clandestinas, tendas de campismo por todo o lado, a lagoa cheia de lixo.
Desta vez, pudemos observar que o número de casas continua a aumentar, mas parece haver mais algum ordenamento. Já não se vêem campistas e a lagoa parece razoavelmente limpa.

Como era fim de tarde, já quase não havia ninguém na praia. O acesso é fácil e está bem arranjado.
Podemos observar o extenso areal que vem desde a Costa da Caparica, apenas interrompido pela ligação directa da lagoa ao mar.

Para sul fica o Cabo Espichel. Antes, fica a famosa praia do Meco.

A esta hora do dia, a lagoa é frequentada por centenas de aves, sobretudo gaivotas. E como a maré estava a descer, devia ser a hora do jantar.

Zona de confluência das águas do oceano com as da lagoa.

Grupo de gaivotas do outro lado da praia. É para tirar fotos mais ampliadas do que esta que estamos a pensar investir num telescópio Zeiss Diascope 85 T FL. Mas 0s 2000 euros necessários faz-nos parar para pensar.

Podemos ver a força da corrente que leva a água a sair da lagoa em direcção ao mar, numa altura em que a maré está a descer. Do outro lado da lagoa, no cima da colina florestada, ficam umas instalações da Nato. Se não fosse isso, provavelmente tínhamos ali mais umas quantas urbanizações.

Esta foto é uma experiência com a máquina a demorar 1 segundo a tirar a foto. Dá um efeito diferente da corrente em direcção ao mar.

Último por-do-Sol deste Verão de 2009. É provavelmente a parte do dia mais agradável, isto claro quando há Sol.

No espaço de pouco mais de meia hora, o nível da água baixou consideravelmente.

Esta foto não transmite toda a luminosidade e variação dos tons de vermelho que pudemos observar, já depois do Sol ter desaparecido no horizonte.

1 comentário:

  1. Excelentes fotos. Continuem que eu vou andando por aqui.
    Um abraço

    ResponderEliminar